Confusão e emoção na estréia do Brasil.

Há alguns dias nossa amiga ligou e disse: “a FIFA abriu um novo lote de ingressos pro jogo do Brasil. Vamos? Posso comprar?”

Anteontem, ainda de madrugada, deixamos a Cidade do Cabo rumo a Joanesburgo, local de estréia do Brasil na Copa de 2010. Chegamos de manhã e a melhor alternativa foi alugar um carro para passar os 2 dias em que estaríamos por lá. Ele foi nosso companheiro e ajudou muito, pois as distâncias eram muito grandes.

Passamos o dia passeando um pouco e encontrando amigos que estão na África do Sul a trabalho. Com bom tempo de antecedência, seguimos para o estádio, visando evitar problemas.

Chegamos 2 horas antes do jogo, mas teríamos chegado bem antes se a organização local fosse melhor. O serviço de estacionamento com shuttle para o estádio funcionou mal e, na primeira revista, a 500 metros dos portões, a bagunça era geral. A empresa que foi contratada para fazer a segurança ,entrou em greve desde o último jogo em que trabalhei na Cidade do Cabo e ainda não entrou em acordo, então voluntários e a polícia tiveram que dar conta do recado. Os detectores de metais acusavam irregularidades, mas não havia tempo para verificar pessoas e mochilas. Eu mesmo entrei com a minha sem ser revistado, enquanto uma multidão se apertava nas ruas das redondezas.

Quando passamos desta parte, a alegria tomou conta novamente, mas durou pouco, pois a confusão nas catracas de entrada do estádio era ainda maior. Milhares de torcedores acompanhavam, parados, algo ser feito, enquanto pouquíssimos eram liberados para entrar, já que as catracas não funcionavam direito. Tudo isso enquanto mais e mais torcedores, que haviam pago pelo menos U$ 80 dólares pelos ingressos, se acumulavam para entrar e ver a partida.

Gritos de “abram os portões” começaram e todos assistiam a uma parte do estádio apagar e acender as luzes repetidas vezes, como se alguém estivesse brincando com a chave geral. Uma zona!!! Inacreditável para um evento como uma Copa do Mundo. Sem exageros, muito pior do que a organização de competições que reclamamos no Brasil, como campeonatos regionais e nacionais de futebol!

Após muito empurra-empurra, fui até uma grade e me disseram que outro portão, na lateral, estava liberado. Seguimos para lá, junto com muitos outros torcedores e nos apertamos para passar pelo portão de torcedores VIP, que, naquela hora, todos haviam se tornado. Sim, finalmente conseguimos entrar no Ellis Park e a Seleção Canarinho estaria em campo em exatos 40 minutos.

Após um pouco mais de confusão, finalmente encontramos nossos assentos. Aí a parte boa começou, mesmo com o frio de alguns graus negativos congelando nossas mãos (mas mantendo a cerveja gelada).

Aquela musiquinha da FIFA, que vocês já devem ter se acostumado a escutar, começou a tocar e lá vieram as seleções. Quanta emoção! O hino nacional brasileiro começou e as lágrimas já corriam. Deu orgulho de ser brasileiro e ver tanta gente que não era do nosso país torcendo por nós!

Vocês já sabem que o jogo não foi aquela maravilha, como sempre acontece nas estréias, mas não importa, pois ganhamos.

Festa no estádio, 3 pontos na conta e estávamos felizes. Partimos para o retorno, que, assim como a ida, foi terrível. Após algum tempo, nos reunimos com amigos brasileiros, o que rendeu boas risadas e lembranças até 5 da madrugada. Foi bom ver tanta gente amiga naquele momento.

Após uma providencial (semi) noite de sono, fomos passear por Joanesburgo. Visitamos o Soccer City (estádio que será o palco da final da Copa de 2010) e depois fomos ao museu do Apartheid. Imperdível!

Já estou de volta na Cidade do Cabo e amanhã trabalharei no jogo entre Inglaterra e Argélia. Esta partida promete ser delicada, com a presença de membros da família real inglesa e mais 1000 homens extras da polícia local para garantir a segurança. Vamos ver no que vai dar!

Bons jogos para vocês e nos falamos em breve, com mais novidades daqui!

Anúncios

~ por Daniel Thompson, o Mochileiro das Maravilhas em 17 junho 2010.

2 Respostas to “Confusão e emoção na estréia do Brasil.”

  1. Oi Thompson….. nossa senhora q loucura essa aí!!!! hahahahahaha O importante é ter história pra contar, e vc está cheio delas não?
    Sempre emocionante seus textos. Boa aventura!

  2. Quantas emoções!!! E assim vamos acompanhando tudo, “viajando”, mais uma vez, com você… Parabéns pelos textos, pelas fotos, pela emoção e entusiasmo! Aproveite, curta, trabalhe, passeie, divirta-se, VIVA!!! Tudo de bom e muito sucesso… sempre, onde estiver!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s